sexta-feira, março 02, 2007

Zé Ramalho – Zé Ramalho (1978)














Este aqui a Priscila não pediu, mas cliente VIP tem os pedidos antecipados.

É o primeiro disco solo do grande Zé Ramalho, um must para quem aprecia psicodelismo com toques regionais – ou música regional com toques psicodélicos. É um disco em que mundos se encontram. Em "Avôhai" (feita em homenagem ao avô que o criou após seu pai morrer afogado num açude), os sintetizadores do suíço Patrick Moraz e um arranjo sensacional de baixo convivem com uma típica viola nordestina e uma citara indiana. Em "A Dança das Borboletas" (parceria com Alceu Valença), o convidado Sérgio Dias ganhou três dos oito canais da mesa de som para gravar um apoteótico solo sobreposto, no que para mim é o grande momento do psicodelismo brasileiro.

1. Avôhai
2. Vila do Sossego
3. Chão de Giz
4. A Noite Preta
5. A Dança das Borboletas
6. Bicho de 7 Cabeças
7. Adeus Segunda-Feira Cinzenta
8. Meninas de Albarã
9. Voa, Voa

Download

22 comentários:

John Walker disse...

Cara, ainda nem baixei, mas desde já: muito obrigado. É difícil achar material (nacional) dessa época, sendo Rock ou não. E acho realmente ótimo que você expanda as fronteiras do Blog. Quem sabe você não ajuda a quebrar alguns preconceitos com a galera rockeira mais jovem (da minha geração, como você diz) em relação à música do Brasil.
Agora, abusando um pouquinho da sua boa vontade: você não teria mais algum material dessa época, como Mutantes ou Clube da Esquina?
Bom, mais uma vez, obrigado, e até mais.

Priscila disse...

Dagda,
É bom saber que sou uma cliente VIP, além de ouvir o Zé. Time & Again é uma música linda mesmo!

Beijos

wally disse...

Grande Ze... Show!

matheus disse...

Reforço o pedido do John Walker. O blog é 10, mas um pouco mais de nacional não faria mal. Chico Buaque, Mutantes, Secos e Molhados, Casa das Máquinas, Bixo da Seda são boas pedidas.

Parabéns pelo blog!
Abraços!

Anônimo disse...

Valeu! Dagda, descreveu bem o Som do Zé Ramalho, entre o regionalismo e o psicodelismo, sem muita definição, mas algo q é muito bom.
E algo q acho muito bom tmb, foi o que mais pessoas citaram acima, postar tmb nacional.

ZWRasteiro

Anônimo disse...

"...em seus papiros,papilon já me dizia..." matô a pau com esse post
parabéns!!!!

esag disse...

muy variado el blog que bueno

tgp disse...

Acompanho seu blog a alguns meses já, este álbum foi demais
viva o psicodelismo brasileiro!
um abraço!

John Walker disse...

Só pra constar: não estou pedindo por mais posts de bandas nacionais. Não me incomodo com a nacionalidade das bandas e artistas, pois pra mim a Música é Universal. Eu pedi mais alguma coisa relacionada a esse movimento em especial ou algo relacionado, independente da nacionalidade.

Sandro´s disse...

Valeu amigo ,esse disco deve ser dos bons.
Falando em psicodelia tem um video no youtube de Alceu valença com ex-integrantes de uma banda chamada Ave Sangria ,que parece fez parte Zé Ramalho,e o próprio Zé Ramalho, que é uma das coisas mais loucas que vi na vida.Procurem por :Ave sangria ou vou me embora pra catende , que é o nome da música.

Dagda disse...

Oi, John

Sem grilo. Eu entendi. O blog não tem restrição de nacionalidade ou idioma (até grupo basco já rolou!). Conforme a disponibilidade, entra.

O único critério, nada democrático, é o meu gosto.

Abs

Anônimo disse...

Zé é muito louco adoro ele é dos melhores da n musica tenho cds dele e o solos participando com alceu valença vinil vivo pela som livre muito legal e o cd com lula côrtes paêbirú .. psicodélico ..

sandro disse...

É isso aí Dagda.
Se guie pelo seu gosto mesmo.Continue colocando essas coisas boas!!

Ultramano disse...

Concordo com vc sobre o Zé Ramalho e seu som. Compartilho da sua posição quanto ao que deve rolar ou não no seu blog. Sem mais, abs.

Anônimo disse...

Que discaço esse do Zé Ramalho, eu tinha 14 anos na época e fiquei chapado com o som principalmente no arranjo de Vila do Sossego que coisa linda. Uns 10 anos depois ouvi o disco de novo e a magia estava toda lá, intacta. Não são muitos discos que sobrevivem ao tempo como este aqui. To baixando, valeu pelo post!!!!!!

Dagda disse...

Pois é, anônimo. Música boa sobrevive.

GRAVETOS & BERLOTAS disse...

OBRA-PRIMA ABSOLUTA!
E o baixo do Jon Lucien em todo o disco é chapante.
E vamu fazê fumaça!
Edson d'Aquino

Dagda disse...

Edson, eu acho a linha baixo de Avohai uma verdadeira aula.

Anônimo disse...

REALMENTE MUSICA BOA SOBREVIVE! MUITO OBRIGADO.

zuzobem gara disse...

Zé.
Zééééé!
Pink Floyd tem inveja de você!
Recomendo ouvir deitado, de janela fechada, que é prá não sair voando.
Classificação em estrelas: Todas.

Anônimo disse...

Andei visitando o blog e vi que o link para download do CD Zé Ramalho (1978) havia expirado. Como se trata de uma preciosidade e que já está fora de catálogo, resolvi ripar do meu CD original e compatilhar com o seu blog:

Zé Ramalho (1978) [Edição Remasterizada 2003 com Bônus]

01. Avôhai
02. Vila do Sossego
03. Chão de Giz
04. A Noite Preta
05. A Dança das Borboletas
06. Bicho de 7 Cabeças
07. Adeus Segunda-Feira Cinzenta
08. Meninas de Albarã
09. Voa, Voa
10. Avôhai (Voz e Violão)
11. Chão de Giz (Voz e Violão)
12. Bicho de 7 Cabeças (Voz e Violão)
13. Vila do Sossego (Voz e Violão)
14. Rato do Porto (Voz e Violão)
Link:
http://www.4shared.com/file/173857662/fd0e286b/Z_Ramalho__1978_.html

Balaio do Shuma disse...

Os dois links ja eram. =/