sábado, outubro 07, 2006

Uriah Heep (sete discos)

Na esteira do excelente show do Uriah Heep no Canecão, boto aqui aquela que considero a fase áurea do grupo (e, não por acaso, ocupou a maior parte do set list). Todos os discos são as chamadas edições remaster

Very 'Eavy, Very 'Umble (1970)

image hosted by ImageVenue.com

Para quem não sabe, o Uriah Heep é quase uma banda armada. Até 1969, chamava-se Spice e era composta por David Byron no vocal, Mick Box na guitarra, Paul Newton no baixo e Ollie Olsson na bateria. A moda na época eram as bandas com teclados e o empresário resolveu dar uma repaginada naquele quarteto bluseiro. Enfiou um órgão na banda, melhor dizendo, contratou um tecladista (Ken Hensley, que também cantava e tocava guitarra), e mudou o nome deles para Uriah Heep, o vilão do livro David Coperfield, de Charles Dinkens.

O primeiro disco é este, cujo título ("Muito pesado, muito humilde", com sotaque cockney) soa como uma referência à personalidade cruel e subserviente do personagem de Dinkens. O som ainda é uma coisa um tanto híbrida, com uma banda tendo que reinventar o próprio som sem saber bem para onde ir. Uma das melhor músicas é também a mais datada, a balada "Come Away Melinda", que fala de pai e filha sobreviventes de uma guerra nuclear - beeem anos 70.

Ah, o disco saiu nos EUA com outra capa, só com o nome do grupo e com "Bird Of Prey" no lugar de "Lucy Blues".

1. Gypsy
2. Walking In Your Shadow
3. Come Away Melinda
4. Lucy Blues
5. Dreammare
6. Real Turned On
7. I’ll Keep On trying
8. Wake Up (Set Your Sights)
Faixas bônus
9. Gypsy (remix)
10. Come Away Melinda (versão alternative)
11. Born In A Trunk

Download

Salisbury (1971)

image hosted by ImageVenue.com

Este foi o primeiro disco do grupo que ouvi, e tenho uma relação afetiva forte com ele - provavelmente, sou o único ser humano que realmente gosta do vocal de "Bird Of Prey". Ainda de que o texto de apresentação feito por Ken Hensley revele certa insegurança, me parece um disco bem mais maduro, dosando melhor as faixas pesadas e as mais suaves, flertando com o nascente progressivo. Este velho coração pagão aqui ainda se emociona com "The Park" ("let me walk a while alone among the sacred rocks and stones...") e "Lady In Black".

Mas o ponto alto é a faixa-título, primeira experiência da banda com uma suíte (aquelas músicas longas e intrincadas da época). São 16 minutos de mudanças de ritmo e solos, ilustrados pelo excelente vocal de Byron e por uma coleção de metais tocados pelo convidado John Fiddy.

Ah, Keith Baker entrou na bateria, sem cheirar nem feder.

1. Bird Of Prey
2. The Park
3. Time To Live
4. Lady In Black
5. High Priestess
6. Salisbury
Faixas bônus
Total Time: 37:59
7. Simon The Bullet Freak (lado B de compacto)
2. High Priestess (versão editada)

Download

Look At Yourself (1971)

image hosted by ImageVenue.com

Ainda que eu ache menos criativo que o anterior, este disco é mais coeso, mais maduro. Além disso, para quem aprecia rótulos, define o Uriah Heep como uma banda de hard rock que flerta com progressivo, não o contrário. Faixas pesadas dominam, com destaque para "Love Machine", "Tears In My Eyes" e a faixa título, que conta com um apoio dos percussionistas do grupo afro-roqueiro Osibisa. No lado prog, o destaque vai para "July Morning", com canja de Manfred Man, decano do art rock inglês, tocando moog.

Ah, para variar, mudaram o baterista. Ian Clarke gravou o disco, mas dançou antes de ele ser prensado, daí a contracapa já trazer o ótimo Lee Kerslake.

1. Look At Yourself (baixar essa faixa aqui)
2. I Wanna Be Free
3. July Morning
4. Tears In My Eyes
5. Shadows Of Grief
6. What Should Be Done
7. Love Machine
Faixas bônus
8. Look At Yourself (versão editada)
9. What's Within My Heart

Download

Demons & Wizards (1972)

image hosted by ImageVenue.com

Com este disco e o seguinte, o Uriah Heep atingiu o auge de sua criatividade e do bom uso da mistura de peso e leveza. A estabilização da formação, com Kerslake firme na bateria e Gary Thain assumindo o baixo, deu a química que faltava para a banda atingir todo seu potencial. Foi também aqui que a temática de fantasia se consolidou como assunto principal das canções.

Quer pauleira? "Easy Livin'" dá uma aula, e "Rainbow Demon" não fica atrás. Quer algo mais lisérgico? "The Wizard", "Circle Of Hands" e, claro, a dobradinha final. Eu tenho verdadeiro tesão (não tem outra palavra) pela introdução de "Paradise" e pelo solo de "The Spell". São progressivos na melhor definição do termo.

Ah, a capa é assinada por Roger Dean, mestre dos "visuais chocantes" dos anos 70.

1. The Wizard
2. Traveller In Time
3. Easy Livin'
4. Poet's Justice
5. Circle Of Hands
6. Rainbow Demon
7. All My Life
8. Paradise
9. The Spell
Faixas bônus
10. Why (versão editada, lado b de compacto)
11. Why (versão original, inédita)
12. Home Again To You

Download

Magician's Birthday (1972)

image hosted by ImageVenue.com

Pela primeira vez o Uriah Heep gravou dois discos seguidos com a mesma formação. E o resultado é fenomenal. Em termos de temática e sonoridade, é uma óbvia continuação de Demons & Wizards, só que melhor. As músicas são mais criativas, os arranjos mais inventivos. Nenhuma faixa se parece com a anterior ou com a seguinte. "Rain" é "a" balada. "Blind Eye", uma espécie de "power acústico" - ganhou uma versão desconcertante em 2001, com Ian Anderson, do Jethro Tull, tocando flauta. "Sweet Lorraine", o rockão. E a faixa título, o último grande flerte do Uriah Heep com o progressivo.

Em resumo, um clássico!

1. Sunrise
2. Spider Woman
3. Blind Eye
4. Echoes In The Dark
5. Rain
6. Sweet Lorraine
7. Tales
8. The Magician's Birthday
Faixas bônus
9. Silver White Man
10. Crystal Ball

Download

Live (1973)

image hosted by ImageVenue.com

Um disco pode ser muito bom e ruim ao mesmo tempo? Se pode, este é o caso. Ouvido fora do contexto, é um dos melhores discos ao vivo de rock pesado que eu já ouvi. A banda, então no auge, quicava nos cascos, com Box e Hensley solando enlouquecidamente sobre a base sólida de Thain e Kerslake. E, claro, o saudoso David Byron mostrando que merecia ser melhor lembrado na relação de grandes vocalistas do rock. E ainda há um meddley matador com rocks dos anos 50.

Mas então o que o disco tem de ruim? Simples. Ele é só um disco de rock pesado. Perde toda a sutileza e os nuances do som do Uriah Heep. Do lado prog deles, só "July Morning" dá as caras, mesmo assim bastante anabolizada. "Magician's Birthday" foi reduzida a uma vinheta.

É um baita disco, mas não reflete o potencial da banda.

1. Sunrise
2. Sweet Lorraine
3. Traveller In Time
4. Easy Livin'
5. July Morning
6. Tears In My Eyes
7. Gypsy
8. Circle Of Hands
9. Look At Yourself
10. The Magician's Birthday
11. Love Machine
12. Rock 'N' Roll Medley

Download

Sweet Freedom (1973)

image hosted by ImageVenue.com

Terceiro disco da chamada formação clássica, este aqui deu ao Uriah Heep seu maior sucesso comercial, por conta da faixa "Stealin'", sem dúvida um clássico. Mas, para mim, é o primeiro passo ladeira abaixo. A despeito da música supracitada, da faixa título e de "Pilgrim", e um disco frouxo, sem o peso e a sutileza dos trabalhos anteriores.

Essa formação gravaria ainda o fraco Wonderworld. Logo depois, Gary Thain foi demitido e morreu em seguida. Dali em diante, nenhum disco seria capaz de recapturar a magia da fase áurea - o que não impediu o show do Canecão de ser ótimo, claro.

1. Dreamer (3:41)
2. Stealin' (4:49)
3. One Day (2:47)
4. Sweet Freedom (6:37)
5. If I Had The Time (5:43)
6. Seven Stars (3:52)
7. Circus (2:44)
8. Pilgrim (7:10)
Faixas bonus
9. Sunshine (lado b de compacto)
10. Stealin' (versão editada)
11. Seven Stars (versão longa)

Download

30 comentários:

hazzamanazz disse...

Putz, e eu estava pensando em upar a discografia do Uriah... ;-)
Bela banda, gosto bastante também e concordo em gênero, número e grau com você: o pessoal baba ovo legal pelo Sweet Freedom, mas é um disco - no mínimo! - regular.

[ ]'s

Dagda disse...

Valeu, meu caro. Se quiser, pode socializar os links.

gegegegege disse...

porra valeu cra
tava pegando na mula mas tava lento d +
valeu

Barbarian disse...

Valeu cara, tudo com bonus, acho que dá tempo de deixar baixando enquanto vou buscar um vinho no mercado pra acompanhar a trilha sonora do feriadão!!

[ ]s

Dagda disse...

Tome uma taça por mim, irmão.

Aliás, que baita post aquele seu do Blind Guardian, heim? Discaço!!!

helio58 disse...

Look At Yourself está com defeito grave. Mas os outros parecem perfeitos. Valeu, muito obrigado.

Dagda disse...

Oooops. Vou ajeitar e reupar.

Anônimo disse...

iai cara blz?
Valeu pelos cds do Uriah Heep!
Esse blog é muito bom!

Anônimo disse...

Vamos trazer Uriah Heep a "Alvalade"? -jfdsbraga-VFXIRA-PT

Anônimo disse...

Parabens pelo trabalho, conhecia pouca coisa do Uhiah Heep, baixei todos. Obrigadão, qualidade de som excelente1!!

Sem nome, poh... disse...

Valeu pelos álbum do Uriah Heep, pena não ter a Look At Yourself no álbum de mesmo nome, pra mim não foi problema pois já tenho o álbum, mas pra quem não conhece seria uma boa, gosta da música, mas é isso aí... parabéns aí pelo blog!

GRAVETOS & BERLOTAS disse...

Realmente, Uriah Heep só com o vocal afetado do David Byron. Sem ele o Uriah perdeu muito. Meus prediletos: Look At Yourself(o 1º que comprei), Demons & Wizzards e Magician's Birthday. Melhor música: Blind Eye - que groove de viola!!! Que riff de guitarra!!!
Abrações,
Edson d'Aquino

Anônimo disse...

Heep Heep Hurra!!!

Um adendo aos desatenciosos. Roger Dean desenhou a capa do Demons. Reparem de onde sai a água e a primeira pedra embaixo... a censura deixou passar batido.

E os outros albuns do Heep? Só para completar a discografia ;-)

Grande aperto,
Poid.

Nighthawk disse...

Mais uma grande - e acertadíssima! - iniciativa tua, irmão! O Uriah Heep - mesmo com seus altos e baixos pós-1975 - é um dos grandes representantes do hard nascido em fins dos 70. O único trabalho dos caras que até então eu tinha - em CD - era o "Look At Yourself" que, na minha opinião, é primoroso (com teclados na medida certa) embora não seja tão visceral quanto os primeiros (que eu também já conhecia mas não tinha). E agora você me proporciona a possibilidade de conhecer melhor os caras. Valeu!

Nighthawk disse...

Correção: é claro que o hard nasceu em fins dos 60 - e uma de minhas bandas preferidas é o Blue Cheer! - e não no fim dos 70... :-)

TheNinthKey disse...

Teu blog é fantástico, tuas seleções são fantásticas!!
Gosto extremo, supremo! Continue sempre.
É uma referencia no bom e eterno rock n´roll.
;)

Anônimo disse...

Opa, cara vc não tá soxinho no mundo! Eu tb curto muito Bird of Prey e o resto do CD inteiro.
Acessem meu site: www.arquivodometal.com
lá tem resenha dos discos do Uriah Heep.
abraço a todos!

Humberto Firmo disse...

Uriah eu curti muito nos anos 70, a partir de 75, quando comprei o LP: Demons wizards.
Naqueles tempos os discos demoravam a chegar aqui no cerrado (Brasília).
Muito bom!

Da toca do calango para a caverna do som, um grande abraço!

Clastres disse...

Ai cara, o link do very eavy ta no pau... cheguei no blog há alguns meses só e to catando umas coisas que tu já upou a mt tempo, então nem sei se ainda rola de upar, mas se for o caso, vou acabar conferindo.
valeu pelo blog. mt bom!!

Anônimo disse...

Parabens pelo sensacional post... Byron é sem dúvida uma das melhores vozes do Rock que á ouvir... Long Live Rock'n roll

Anônimo disse...

Your blog keeps getting better and better! Your older articles are not as good as newer ones you have a lot more creativity and originality now keep it up!

Anônimo disse...

Não estou conseguindo fazer o download. Quando clico no link aparece uma mensagem de erro no rapidshare. Alguma dica?

Anônimo disse...

Рискованная статья, как долго ожидать публикацию свежего материала и вообщем стоит ожидать ?

Anônimo disse...

Misoprostol tablet
What is this medicine?

MISOPROSTOL helps to prevent stomach ulcers in patients using nonsteroidal antiinflammatory drugs (NSAIDS, drugs commonly used for arthritis, inflammation, and pain). Misoprostol reduces the amount of acid produced in the stomach and protects the stomach lining from the effects of acid.

Anônimo disse...


I have bookmarked it in my google bookmarks.

Anônimo disse...

Favourite friends, when I play a joke on not asked in regard to secure anyone to mitigate, but energy is such a cruel act, that
have to request in return help. I'm in a darned touchy state of affairs, petition Your friends, help
they can, how much can. I choice be pure appreciative to You.
Perfect Money U 1557851 E 1512655 correspondence: alexxx767@gmail.com
PayPal : alexxx767@gmail.com

Anônimo disse...

Уже в этом году популярнаяигрушка среди нескольких поколений Counter-Strike отмечает свой небольшой «юбилей» - 14 лет. Между прочим, Контра является одним из самых известных шутеров, и пользуются ею сотни тысяч человек ежедневно во всём мире.
[url=http://cs-sborka.ru/]карты cs 1 6 скачать бесплатно[/url]

И если ранее вы не могли скачать игрушку в Сети в свободном доступе, то сегодня, например, на нашем ресурсе, вы сделаете это без труда. И что самое важное – вообще бесплатно.
[url=http://cs-sborka.ru/]скачать cs 5[/url]

Между прочим, история ее создания была очень интересной и немного оригинальной. Так, в конце 20 века двое известных разработчиков приступили к созданию. И мало кто знал в то время, что буквально через несколько лет игра станет столь известной по всей Земле. Правда, у одного из создателей, имеющего прозвище «Гусятник», уже был похожий опыт – известная стрелялка «Quake 2». В марте того же года создание получила свое название, а первая тестовая версия вышла уже в начале лета. Тогда все игроманы ринулись ее опробовать, и интерес к игрушке не истек до сих пор. А все потому, что мы с вами, которые так ее любят, имеют все, что нам говорили разработчики.
[url=http://cs-sborka.ru/]скачать cs версия 1 6[/url]

Теперь вы можете скачать игру на нашем портале без проблем, прохождения регистрации и без материальных затрат.
[url=http://cs-sborka.ru/]скачать opengl32 для cs 1 6[/url]

RÓS disse...


Ola amigo, poderia fazer a gentileza de liberar os links do uriah heep.
Agradecido.
Marcus

Louis Clark disse...

Eu tenho 59 anos e comprei meu prim,eiro Uriah Heep,o ¨Look At Yourself¨ quando tinha 17 (1972). Hoje,tenho todos e com minha antiga banda inglêsa (GREEN PEAR) cantei muitas músicas deles.Fui amigo íntimo de David Byron,que infelizmente morreu cedo.Grande banda!

Louis Clark disse...

Todos os URIAH HEEP estão no Muro do Classic Rock.É só baixar grátis! tem Led Zeppelin,Deep Purple,Black Sabbath,Yes,Pink Floyd,Jethro Tull,etc.