sexta-feira, fevereiro 16, 2007

Twisted Sister - Still Hungry (2004)

NOVO LINK!

image hosted by ImageVenue.com

De uns tempos pra cá virou moda refazer discos. Não me refiro à escrotidão de Ozzy Osbourne, que lançou novas versões de Blizard Of Ozz e Diary Of A Madman para limar a participação de Bob Daisley e Lee Kerslake. Estou falando de gente que pega um disco seu antigo e remixa ou regrava, corrigindo "equívocos" do original. Um bom exemplo é Let It Be Naked, no qual Paul McCartney apagou os corinhos e cordas boiolas enfiados pelo produtor Phil Spector no Let It Be original.

Outro excelente exemplo é este disco aqui. No caso, carece uma contextualizada. Apesar de só ter conseguido gravar o primeiro disco em 1982, o Twisted Sister suava os untos na cena novaiorquina desde o começo da década anterior - Jay Jay French criou a banda em 1972, depois de ser recusado num teste para o Kiss (Ace Frehley ficou com a vaga). O vocalista Dee Snider, que para muitos era o dono do grupo, só entrou em 1976. A maquiagem berrante era uma característica herdada de grupos contemporâneos como New York Dolls, Alice Cooper e o próprio Kiss, mas o som era bem pesado e sujo. Gravaram compactos independentes e foram fazer o primeiro disco, Under The Blade, na Inglaterra, com produção do ex-UFO Pete Way.

Por isso - e pela óbvia diferença do som - era uma injustiça associar o TS à bandas de hair metal que começaram a surgir na mesma época na Califórnia. Não que elas fossem ruins, mas eram (literalmente) outra praia. Depois de um segundo disco igualmente pesado (You Can't Stop Rock'n'Roll, de 1983), o Twisted Sister embarcou na gravação do terceiro já diante da explosão do glam/hair. Não por acaso, a produção ficou a cargo de Tom Werman, o sujeito que vinha produzindo nove entre dez bandas baseadas em Los Angeles. Stay Hungry foi um tremendo sucesso, puxado por "We're Not Gonna Take It" e "I wanna rock", mas para quem conhecia o TS, estava na cara que a força da banda tinha sido domada. As músicas eram boas, mas não tinham punch. Depois, fizeram mais dois discos fracos (e com muita produção) e acabaram, como Snider previra numa entrevista à revista Metal brasileira, aliás.

Eis que, vinte anos depois, os malucos se juntaram para regravar o disco "como ele deveria ter sido". Se, em 1984, as músicas prometiam, hoje elas cumprem. Especialmente por conta do bateria A.J. Pero. No original, parecia que ele estava amarrado. Neste, a impressão que se tem é que falaram: "meu filho, porra o que passar pela frente e não se preocupa." Como se não bastasse, tem ainda duas faixas (10 e 11) deixadas de fora do disco original e outras cinco (12 a 16) gravadas agora.

1. Stay Hungry
2. We're Not Gonna Take It
3. Burn in Hell
4. Horror Teria: Captain Howdy/Street Justice
5. I Wanna Rock
6. The Price
7. Don't Let Me Down
8. The Beast
9. SMF
10. Never Say Never
11. Blastin' Fast and Loud
12. Come Back
13. Plastic Money
14. You Know I Cry
15. Rock 'N' Roll Saviors
16. Heroes Are Hard to Find

Download

9 comentários:

wally disse...

Poxa muito obrigado... baixei o album. Sem contar que tive uma aula sobre o mesmo. Abracos

Junior Souza disse...

Excelente disco, clássico. Esse eu tenho o Vinil original e esta versão em CD, Twisted Sister é sensacional. Post perfeito!!

Dagda, se puder e gostar do meu blog, coloque um link dele no seu para dar uma força.

Abraço!

http://reversivelcultural.blogspot.com/

Anônimo disse...

vlu mesmo ,,, fazia tempo q tava procurando...Deus te Abençoe

White_Devil disse...

White_Devil:

Pow sempre que posso do uma passada por aqui..meu excellente...Você coloca uns albuns aqui que são historicos...uma aula !!!

Sou muito grato a ti por isso...vlw mesmo DAGDA !!!

Tudo de bom...

Alexandre Monaco disse...

parabens pelos cds postados, gostaria de saber se você consegue disponibilizar o IRON MAIDEN (MAIDEN JAPAN)
VALEU
LONG LIVE ROCK'N ROLL
ABRAÇOS
SAM

Henrique disse...

Campeão!! Ótima recordação da minha adolescência!!

Dagda disse...

Alexandre, Maiden Japan vai entrar na fila dos reupáveis.

Douglas disse...

muito obrigado.. excelente disco.. valeu mesmo

Anônimo disse...

Ola que belo trabalho vc tem aqui... este disco eu já tenho em VINIL e MP3, esta versão nova baixei tbem e ñ sei se é pelo chiado mas prefiro o vinil...

Abraço e continue colocando rock nas nossas veias