segunda-feira, fevereiro 19, 2007

Riff – Em Acción (1983)













Em 1984, eu começara a trabalhar numa revista cujo dono era argentino. Um belo dia, ele chegou e disse para eu ouvir um disco. Era este aqui, um álbum duplo ao vivo do quinteto portenho Riff. Lembro que na época eu disse que não era só em votar para presidente que a Argentina estava muito à nossa frente. Enquanto aqui nossas bandinhas ainda tocavam com equipamento tosco (era proibido importar instrumentos musicais) em lugares modestos do tipo Circo Voador e mais tarde o Caverna II, o Riff lotara o ginásio de Obras (uma espécie de Maracanãzinho de Buenos Aires) com um show de nível europeu.

Riff era o resultado de uma viagem que o guitarrista e cantor Norberto "Pappo" Napolitano fez à Europa no finas dos anos 70. Desde o final da década anterior ele se notabilizara por gravar discos de blues rock (com um pezinho no hard rock) chamados simplesmente Pappo's Blues, mas naquela viagem ele conhecera o nascedouro heavy metal.

Ao voltar para casa, chamou o baixista do Pappo's Blues, Víctor "Vitico" Bereciartúa, para montar uma nova banda, juntamente com o baterista francês Michel Peyronel e o segundo guitarrista Boff Serafine. Depois de um bom disco de estréia, Ruedas de Metal, o tecladista Danny Peyronel, irmão de Michel, juntou-se ao quarteto. É essa formação que está no disco ao vivo.

O som está no meio caminho entre o metal ("Maquinación", "Pantalla de um mundo nuevo" e "La dama del lago") e o hard rock, sempre calcado na excelente guitarra e na voz rouca de Pappo.

Na época eu falei tão bem do disco que, anos depois, o Mason me trouxe de uma viagem à Argentina, junto com Ruedas de Metal e Épico, uma bela coletânea. Presentaço.

1. Introducción
2. Maquinación
3. Mucho por hacer
4. Mal romance
5. La dama del lago
6. Ruedas de metal
7. Pantalla de un mundo nuevo
8. Héroes del asfalto
9. No pasa nada en esta ciudad
10. Macadam 3...2...1...0...
11. Susy Cadillac

Download

11 comentários:

Trekker disse...

Fala amigo.
Bela surpresa!!!
Significa que tem alguma coisa por aquelas bandas que vale a pena... rsrsrsrs
Abraços.

Trekker - RJ

Reginaldo disse...

Excelente post...por falar nos Black Crowes tive sorte de baixar no bitorrent o vídeo do show deles com Jimmy Page, pois o torrent está inativo....se tiveres os CD´s do vocalista Cris Robinson posta ae.

Forte Abraço ( não desista)

Anônimo disse...

Oi,Dagda!

Cara,você tem alguma coisa do Pappo's Blues??? Quando tiver uma oportunidade,por favor,disponibilize,ok?
E quando der,também,que tal compartilhar os presentes do Mason??? Hehehehe...Um abração,Miguel.

hazzamanazz disse...

Pô, isso aí é das antigas, hein?!
Lembro que ao comprar o "A Ferro e Fogo", do Harppia, esse aí foi minha segunda escolha, no escuro mesmo.

Ainda bem que na maioria das vezes que comprei disco assim tive sorte... :D

[ ]'s

Anônimo disse...

Seu tremendo CAGÃO!!! Fala,Hazza!!! Um abraço,Miguel

Dagda disse...

Como dizia Nelson Rodrigues, sem sorte o sujeito não toma nem um Chikabon - ele engasga com o palito ou é atropelado pela carrocinha.

EL FORASTERO disse...

VIVA PAPPO Y RIFF !!!!!
http://indio66.blogspot.com/

Dagda disse...

VIVA!

micksguitar disse...

thanx it's great.

Anônimo disse...

gostei muito do blog, más amigo coloque the who pra gente por favor
abraços, valeu
marcão

Túlio Monteiro da Silva disse...

Muito legal essa banda valew mesmo!